Vacinas

Japão: Vacina Contra HPV Sob Julgamento Devido Seus Horríveis Efeitos Colaterais

Postado em Atualizado em

Desde julho passado, um total de 119 jovens e mulheres no Japão entraram com ações contra o governo japonês e as duas fabricantes de vacinas contra o papilomavírus humano (HPV), GlaxoSmithKline PLC (GSK) e Merck Sharp & Dohme Corp. De acordo com os processos, as respectivas vacinas contra o HPV, Cervarix e Gardasil, causaram às mulheres efeitos secundários graves, pelos quais agora elas procuram indenizações.

vacina hpv japao
Alguns dos mais recentes processos incluem 28 casos em que mulheres com idades entre 15 e 22 anos desenvolveram grandes problemas de saúde como dor crônica em todo o corpo, mobilidade prejudicada, dor menstrual severa e outros problemas após a série de vacinas. Essas mulheres estão processando não apenas as fabricantes de vacinas por produzirem as injeções mortais, mas também o governo japonês por aprová-las sem a devida avaliação.

Uma jovem de nome Erina Sonoda, uma estudante universitária de 20 anos, disse ao jornal The Japan Times (JT) que ela desenvolveu horríveis dores menstruais após a segunda vacinação com Cervarix, a qual é administrada como três injeções separadas. Sonoda foi em frente com sua terceira vacinação apesar dos problemas menstruais, e após este último curso desenvolveu dores em todo o resto do seu corpo, relativa as quais ela agora tem dificuldade em andar sem uma bengala, e muitas vezes tem que usar uma cadeira de rodas.

“Senti uma dor aguda como se alguém estivesse esmagando meus órgãos internos… Tais condições só pioraram”, disse Sonoda em um tribunal enquanto estava sentada em sua cadeira de rodas. Sonoda está buscando o equivalente a US$ 134 mil como compensação por suas lesões. “Eu recebi as vacinas porque o governo as recomendou. Quero que o governo encare com seriedade sua responsabilidade por nos causar (sofrer) esses sintomas”.
Leia o resto deste post »

Anúncios

Gripe H7N9: Aumentam os Casos na China

Postado em Atualizado em

Changsha, 9 fev (Xinhua) – Mais quatro novos casos humanos de gripe aviária H7N9 foram registrados na Província de Hunan, centro da China, segundo as autoridades provinciais de saúde na quinta-feira.

CHINA-HEALTH-FLU
Hunan havia relatado 24 casos humanos de H7N9 neste ano.

O paciente, um homem de sobrenome Wan, foi diagnosticado na cidade de Yueyang. Ele está atualmente na unidade de tratamento intensivo de um hospital em Changsha, capital provincial.

Outras três pessoas também foram hospitalizadas mas em condições “estáveis”, segundo as autoridades de saúde.
Leia o resto deste post »

Médicos sem Fronteiras recusaram uma doação de 1 milhão de vacinas, veja o motivo

Postado em Atualizado em

A organização quer mostrar que doações podem ser melhores para a indústria farmacêutica do que para os necessitados

MSF vacinas.jpg

A organização humanitária internacional Médicos sem Fronteiras (MSF) recusou 1 milhão de vacinas doadas pela empresa americana Pfizer, uma das maiores farmacêuticas do mundo. A vacina, que protege contra 13 variações de uma bactéria que causa pneumonia, seria usada para imunizar bebês e crianças de países que passam por situações de conflito, como a Síria, no Oriente Médio, o Sudão do Sul e outros países africanos. Como a pneumonia é a principal causa de morte de crianças com menos de 5 anos em países pobres, a recusa parece, no mínimo, sem sentido. Na verdade, a negativa foi uma cartada da MSF para trazer a público um problema que não atinge apenas países em conflito: os preços altos de vacinas e medicamentos.

O aparente ato de generosidade, diz a MSF, faz parte de um ciclo vicioso criado pelas farmacêuticas para manter os preços altos. “As farmacêuticas doam para depois falar que os outros consumidores têm de pagar por isso, já que elas fazem tantas doações”, diz a americana Kate Elder, conselheira de política de vacinação da MSF em Nova York. Se o preço fosse mais baixo e acessível a um maior número de países, todos teriam condições de pagar e ninguém dependeria de atos de boa vontade. A Organização Mundial da Saúde (OMS) desaconselha que países e entidades humanitárias aceitem doações de vacinas e medicamentos – exceto em casos de urgência, como catástrofes e grandes epidemias.
Leia o resto deste post »

Farsa do Zika: Microcefalia é causada por larvicida da Monsanto

Postado em Atualizado em

Apesar de todo o alvoroço público, todos os casos de microcefalia sendo descobertos no Brasil nunca foram cientificamente ligados ao Zika vírus. Um grupo de médicos da América do Sul estão dizendo agora que as deformações cerebrais que o mundo está testemunhando são causadas ​​pela PULVERIZAÇÃO em massa de pessoas de baixa renda do Brasil com um larvicida químico, não por mosquitos portadores do Zika vírus.

zika_laboratorio

O que estamos vendo nas deformações cerebrais de crianças, em outras palavras, é mais parecido com a história da talidomida, um medicamento prescrito administrado em mulheres grávidas que faz com que as crianças nasçam com membros faltando. Mas a narrativa oficial sobre tudo isso está empurrando uma falsa ligação ao Zika Vírus para justificar mais pulverização química, mais vacinas e mais mosquitos geneticamente modificados.

Dos médicos do Red Universitaria de Ambiente y Salud para o site GM Watch: (documento de origem)

Um aumento dramático de malformações congênitas, especialmente microcefalia em recém-nascidos, foi detectado e rapidamente ligado ao Zika Vírus pelo Ministério da Saúde do Brasil. No entanto, eles não reconhecem que na área onde mais pessoas doentes vivem, um larvicida químico que produz malformações em mosquitos tem sido aplicado há 18 meses, e que este veneno (Piriproxifeno) é aplicado pelo Estado na água potável usada pela população afetada.
Leia o resto deste post »

Como a Nova Ordem Mundial quer nos eliminar

Postado em Atualizado em

A “grande matança” da população humana já começou. “Secretamente, sem piedade, uma agenda de depopulação mundial foi lançada. À medida que transcorre, a grande maioria da raça humana será eliminada do acervo genético. Geneticamente aniquilada. Você e sua linhagem genética sobreviveriam?”

nwo01
Este artigo começa com uma pergunta apocalíptica que revela a agenda de extermínio ao estilo nazista que estamos sendo submetidos, cortesia dos donos do mundo, o 0.01% que manipula os bancos, os estados, a guerra e a morte. Neste exato momento, sob nossos próprios olhos, nosso céu está sendo atacado, de maneira silenciosa mas não menos letal e sem a grande maioria se dar conta. A primeira coisa que os incrédulos dirão, os que não querem acreditar e os que nos fazem acreditar no contrário, é que se trata de mais uma “teoria da conspiração“.


A informação se encontra ao alcance dos que queiram investigar e que ainda não tenham seus neurônio mortos nesta guerra bacteriológica, toxicológica e ideológica não declarada. Personalidades como Bill Gates e Ted Turner, discutem abertamente a redução da população mundial em até 90%.

Leia o resto deste post »