Japão

Japão: Vacina Contra HPV Sob Julgamento Devido Seus Horríveis Efeitos Colaterais

Postado em Atualizado em

Desde julho passado, um total de 119 jovens e mulheres no Japão entraram com ações contra o governo japonês e as duas fabricantes de vacinas contra o papilomavírus humano (HPV), GlaxoSmithKline PLC (GSK) e Merck Sharp & Dohme Corp. De acordo com os processos, as respectivas vacinas contra o HPV, Cervarix e Gardasil, causaram às mulheres efeitos secundários graves, pelos quais agora elas procuram indenizações.

vacina hpv japao
Alguns dos mais recentes processos incluem 28 casos em que mulheres com idades entre 15 e 22 anos desenvolveram grandes problemas de saúde como dor crônica em todo o corpo, mobilidade prejudicada, dor menstrual severa e outros problemas após a série de vacinas. Essas mulheres estão processando não apenas as fabricantes de vacinas por produzirem as injeções mortais, mas também o governo japonês por aprová-las sem a devida avaliação.

Uma jovem de nome Erina Sonoda, uma estudante universitária de 20 anos, disse ao jornal The Japan Times (JT) que ela desenvolveu horríveis dores menstruais após a segunda vacinação com Cervarix, a qual é administrada como três injeções separadas. Sonoda foi em frente com sua terceira vacinação apesar dos problemas menstruais, e após este último curso desenvolveu dores em todo o resto do seu corpo, relativa as quais ela agora tem dificuldade em andar sem uma bengala, e muitas vezes tem que usar uma cadeira de rodas.

“Senti uma dor aguda como se alguém estivesse esmagando meus órgãos internos… Tais condições só pioraram”, disse Sonoda em um tribunal enquanto estava sentada em sua cadeira de rodas. Sonoda está buscando o equivalente a US$ 134 mil como compensação por suas lesões. “Eu recebi as vacinas porque o governo as recomendou. Quero que o governo encare com seriedade sua responsabilidade por nos causar (sofrer) esses sintomas”.
Leia o resto deste post »

Anúncios

Fukushima: Nível de Radiação Está Crescendo Absurdamente

Postado em Atualizado em

O nível de radiação dentro de um reator danificado na usina nuclear de Fukushima no Japão atingiu um recorde, e é o pior desde que a região sofreu o colapso há quase seis anos. As últimas leituras colocam um grande desafio para as autoridades na tarefa de demolir a unidade atingida.

usina-fukushima-2017
O nível de radiação dentro da estrutura de contenção do reator número dois em Fukushima alcançou 530 sieverts por hora – um valor descrito por especialistas como “inimaginável”. As leituras, realizadas pela Tokyo Electric Power Co. Holdings Inc. (Tepco), foram feitas perto da entrada do espaço imediatamente abaixo da estrutura de pressão, que contém o núcleo do reator.

Os números dentro da unidade excede bastante o registro anterior, que era de 73 sieverts por hora, registrados pouco depois do incidente em março de 2011. A Tepco fez as leituras ao analisar a interferência eletrônica causada pela radiação em imagens de vídeo. A companhia diz que a técnica tem uma margem de erro de mais ou menos 30% (mesmo na margem baixa, os níveis não são inferiores a 370 sieverts por minuto, e podem chegar tão alto quanto 690 sieverts por minuto).
Leia o resto deste post »

Luz verde misteriosa cruza os céus e intriga população do Japão

Vídeo Postado em

No início do mês de Novembro o Japão foi testemunha de uma misteriosa luz verde que atravessou os céus sem deixar rastro, ruído ou prejuízo. Diferente de diferentes grandes quedas de meteoritos  ou fragmentos de satélites.

uma-camera-do-aeroporto-da-provincia-de-fukuoka-no-sul-do-japao-gravou-imagens-que-mostram-um-objeto-emitindo-uma-forte-luz-verde-outra-camera-no-porto-de-hakata

Os “Especialistas” dizem que “pode” ser relacionado a uma bola de fogo, um meteoro muito “raro” mas conhecido entre os astrônomos.

Para quem já viu um objeto voador não identificado e teve a oportunidade de analisar por segundos ou minutos sabe que este vídeo tem muito mais a dizer. Muito além de apenas luz, está óbvio que este objeto é inteligente e de uma luminância além da conhecida pelo homem. Confiram:

Leia o resto deste post »