FBI

FBI: Como Calcular o ‘Risco de Terrorismo’ Em Uma Pessoa

Postado em Atualizado em

Determinar se alguém vai realizar um ataque terrorista é uma luta para os governos de todo o mundo. No entanto, o FBI usa uma pesquisa com 48 perguntas para ajudá-los a decidir – e um dos indicadores é, aparentemente, se uma pessoa gosta de ir acampar.

fbi-terrorismo
A pesquisa “Indicadores de Mobilização para a Violência”, obtida pela Intercept em um documento classificado do FBI, estaria sendo usado desde o outono de 2015.

Em uma série de 48 perguntas, a pesquisa atribui pontos com base em certos fatores. Existem seis categorias: fundo, ideologia, pesquisa / planejamento, social, treinamento e preparação / viagens.

Algumas das perguntas parecem lógicas para a agência questionar, como se o suspeito “articulou um desejo de conduzir a Jihad violenta”, se eles “participaram de reuniões onde a trama de violência é discutida” ou são “consumidores regulares de propaganda de extremistas .”

Outros se concentram no estado emocional do sujeito, como se houvesse uma mudança significativa em seu comportamento ou, se houve uma mudança repentina de suas atividades no seu dia-a-dia.
Leia o resto deste post »

Anúncios

CIA: Liberação de 13 Milhões de Documentos Secretos que Incluem Relatos Sobre UFOs e Experiências Psíquicas

Postado em Atualizado em

A CIA, a agência de inteligência dos Estados Unidos, liberou para o acesso público cerca de 13 milhões de documentos secretos.

cia_head
Os documentos foram liberados na internet nesta quarta-feira depois de muita pressão de defensores das leis de liberdade de informação e de um processo contra a agência.

Entre os documentos estão comunicados internos, pesquisas, relatos de avistamentos de óvnis e até mesmo experiências psíquicas.

Trata-se de quase 800 mil arquivos, que totalizam 13 milhões de páginas – eles podem ser acessados aqui.

Entre os documentos estão registros de Henry Kissinger, secretário de Estado americano durante os mandatos dos presidentes Richard Nixon e Gerald Ford, além de centenas de milhares de páginas de análises de informações secretas e pesquisas científicas.
Leia o resto deste post »

Agências de Inteligência: Obama Compartilhou o Acesso aos Dados Espionados Pela NSA

Postado em

Atualmente, todas as 16 agências dos EUA podem acessar os dados sobre as comunicações pessoais coletadas pela NSA.

obama-nsa-surveillance
Nos últimos dias de seu governo, o presidente dos EUA, Barack Obama, permitiu que a Agência de Segurança Nacional (NSA), cujas práticas de espionagem massiva foi revelada pelo ex-funcionário da Inteligência, Edward Snowden, compartilhasse a informação da Inteligência que coleta a nível global, incluindo as comunicações pessoais, com outras 16 entidades de Inteligência do país.
Leia o resto deste post »

CIA: 10 Projetos Assustadores que Foram Revelados

Postado em Atualizado em

A Agência Central de Inteligência, a CIA foi criada em 1947 e desde então vem fazendo de tudo (de tudo mesmo) para que os interesses do governo dos EUA sejam alcançados. Eles não medem esforços, gastam rios de dinheiro e não tem o menor grau de ética para atingir seus objetivos.  No entanto, as vezes, nem tudo sai como esperado e esses projetos bizarros acabam sendo revelados ao público. Esses foram os 10 projetos e operações mais bizarras que foram revelados ao público mediante documentação, sendo assim comprovados sua veracidade.

cia

10. Projeto Stargate

project_stargate
Você sempre escuta a palavra farsa acompanhando qualquer fenômeno sobrenatural. Em especial, o governo vive negando qualquer evento que “comprometa” a integridade mental coletiva. O maior mentiroso da história, o governo dos EUA, é um desses. Nega o quanto pode. até que um dia a realidade aparece. Entre os anos 70 e 90, o governo americano negou a existência de pessoas com poderes psíquicos e o investimento voltados para essa área. E foi assim, até que em meados do ano de 2001, documentos sigilosos vieram a publico e o Projeto Stargate foi descoberto.

O projeto de mais de 20 milhões de dólares, Stargate era um termo geral usado para descrever um grande número de experiências e investigações psíquicos empreendidas pelo governo dos E.U.A entre os anos 70 e 90. O maior objetivo do Projeto Stargate foi investigar a possibilidade de existir pessoas com poderes psíquicos, entre os quais, o principal alvo era a “visão remota”, que é a habilidade psíquica para acompanhar os acontecimentos através de grandes distâncias. Segundo os arquivos, o objetivo do programa era desenvolver a clarividência controlada. Pretendiam conseguir esse feito através de pesquisas com suas cobaias, pessoas que supostamente dominavam algo que atualmente é bem conhecido, a chamada Projeção Astral.

Com isso eles poderiam prever eventos futuros e ler documentos escondidos. Outra finalidade era a militar, pois esses poderes dariam uma vantagem imensa sobre o inimigo. Embora alguns participantes afirmassem ter previsto corretamente eventos principais do mundo como ataques e situações militares importantes, o programa concluiu que telepatas visualizadores ainda estavam errados quase 80% do tempo. Com um índice tão inferior, visto que apenas alguns candidatos dos milhares utilizados no projeto correspondiam as expectativas e com o governo cortando gastos, decidiram por um fim no bizarro projeto em 1995. Os documentos que eram para ser arquivados acabaram nas mãos e erradas, inclusive para o público.
Leia o resto deste post »

Rússia e a Chantagem Sexual

Postado em Atualizado em

Quando a União Soviética criou a Intourist, sua companhia de hotéis e viagens, na era de Stálin, os mensageiros, motoristas, cozinheiros e camareiros eram todos funcionários da NKVD, a agência de polícia secreta do Estado que mais tarde se tornaria conhecida como KGB.

russian-kgb-sexual-scandal-trump
A folha de pagamento da organização também incluía prostitutas, usadas para apanhar políticos e empresários estrangeiros em situações comprometedoras e submetê-los a chantagem.

Os hotéis da Intourist na Rússia foram vendidos, o que inclui seu carro chefe, um hotel decadente que ficava na mesma rua do Kremlin.

Reformado suntuosamente e dotado de um spa que conta com medidas especiais de segurança, o hotel agora se chama Ritz-Carlton, um luxuoso tempo cinco estrelas que se promove como “um retiro inesquecível no coração da cidade”.

Mas de acordo com memorando não corroborado e altamente difamatório preparado por um antigo agente do serviço de inteligência britânico para uma empresa de pesquisas empresariais e políticas sigilosas em Washington, o Ritz continua a ser um lugar no qual hóspedes estrangeiros, entre os quais Donald Trump, podem cair vítimas da arte russa do “kompromat” a coleta de material comprometedor, a ser usado para obter vantagens.
Leia o resto deste post »

Entrevista com Julian Assange, o Hacker Que Tirou o Sono do Governo Americano

Vídeo Postado em Atualizado em

Há dez anos nascia o WikiLeaks, a mais poderosa e inexpugnável máquina de divulgação de segredos de estado de que se tem notícias em todos os tempos. Há quatro anos está aqui nesse pequeno prédio no centro de Londres onde funciona a embaixada do Equador, o criador dessa máquina, o australiano Julian Assange. Assange está exilado na embaixada do Equador, a poucos metros da Harrods, paraíso mundial para os turistas que vêm aqui para fazer compras. Vamos entrar aqui na embaixada para fazer uma entrevista exclusiva com Julian Assange para o Nocaute. Venha conosco!

julian-asaange-wikileaks-entrevista Leia o resto deste post »

A Era da Vigilância

Postado em

Edward Snowden expõe o dilema entre a preservação da privacidade e a manutenção da segurança na atualidade.

snowden_nsa
Edward J. Snowden, antigo funcionário da CIA e contratado da Agência de Segurança Nacional (NSA), divulgou documentos ultrassecretos em 2013 que expuseram a extensão do programa sigiloso de segurança cibernética da agência, revelando que ela tinha acesso aos registros de comunicações privadas de centenas de milhões de indivíduos ao redor do mundo. Snowden, que vive asilado na Rússia, é procurado nos EUA por várias acusações, incluindo duas relativas à Lei de Espionagem dos Estados Unidos de 1917.

Em setembro, em um debate realizado no Fórum da Democracia de Atenas, na Grécia, organizado pelo “New York Times”, Snowden disse que suas revelações melhoraram a privacidade de indivíduos nos Estados Unidos e que “ser patriota não significa simplesmente concordar com seu governo”.

Oferecemos aqui um trecho editado da conversa entre Snowden e Steven Erlanger, chefe do escritório de Londres do “New York Times”.
Leia o resto deste post »