Notícias Falsas: A Verdadeira Causa de Seu Combate

Postado em Atualizado em

A internet esta aumentando o combate às “noticias falsas”, de empresas até países que estão querendo eliminar de uma vez por todas as “notícias falsas” que segundo os mesmos, prejudicam tudo e todos.

censura-internet-google-facebook
França – Facebook e Google se aliaram com alguns dos principais veículos de imprensa da França para combater a propagação de “notícias falsas”, conforme anunciou nesta última segunda-feira o “Le Monde”, um dos jornais participantes.

A três meses das eleições presidenciais francesas, que serão realizadas em abril e maio, o objetivo da parceria é implantar no país um dispositivo similar ao que foi lançado em dezembro nos Estados Unidos e que chegará em breve na Alemanha, de modo a advertir sobre as “publicações suspeitas”.

“Le Monde”, “L’Express”, “Libération” e “20 Minutes”, “AFP”, “BFMTV”, “France Télévisions” e “France Médias Monde” trabalharão juntamente com o Facebook numa ferramenta de “alerta” para a rede social.

google-facebook-censura
Esta tal funcionalidade permite que os usuários tirem suas dúvidas sobre uma informação veiculada. Os veículos de imprensa associados poderão comprovar a notícia e, se confirmada a falta de veracidade, o link em questão passará a ser acompanhado por uma advertência que também aparecerá para todos que tentarem compartilha-la.

Como nos EUA, as notícias que forem etiquetadas com este sinal não terão possibilidades de ser exploradas com fins publicitários no Facebook e os algoritmos utilizados na distribuição dos conteúdos aos usuários irá reduzir a circulação desta “falsa notícia” .

Em paralelo, também foi anunciado o lançamento de outra plataforma do Google e apoiada pelo Facebook, o CrossCheck. Essa ferramenta, segundo “Le Monde”, reunirá as informações divulgadas pelos 16 veículos de imprensa franceses associados.

facebook-censura
Poucos tem essa informação, mas não é de hoje que “teóricos da conspiração” afirmam que o mundo está nos domínios da elite, que são grupos com cerca de 96% de toda riqueza mundial, que dominam de empresas até países. Essa ideia pode parecer loucura, mas tem um pingo de verdade, alias, se o dinheiro influencia as pessoas, porque não poderia influenciar o mundo todo? Se eles são tão ricos assim, suas necessidades estariam extintas e poderiam se corromper por ideais puramente maléficos para manter sua posição privilegiada.

Vamos direto ao ponto, a elite quer combater as notícias falsas, não pelos motivos que afirmam, mas para acabar com as notícias que são contra eles mesmos, afinal, a “teoria da conspiração” poderia ser encaixada perfeitamente nas notícias falsas e ter o seu descrédito pelo Facebook e Google. Isso não seria compartilhado no Facebook e também em nenhuma indexação das pesquisas do Google, ou seja, sem Facebook e Google, onde a grande massa se informa, as notícias verdadeiras sobre tais “teorias da conspiração” jamais seriam vistas com 100% de aproveitamento, logo isso poderia influenciar no crescimento de pessoas que poderiam ir contra esse sistema criado pela elite.

censura-internet
Notícias falsas sim são maléficas, mas o principal objetivo desse combate é eliminar outras notícias e informações que vão contra seus interesses. Abramos olhos, pois a censura nos próximos anos será o principal meio da vitória contra a grande massa que está mais do que alienada e, bem em breve, poderá ficar completamente dominada e refém de sua própria ignorância.

Fonte
Reedição de texto por @fugadacaverna

Anúncios