Filme: Eles Vivem / They Live (1988)

Vídeo Postado em

Eles vivem! Sem dúvida nenhuma eles vivem, talvez hoje mais fortes que nunca!

liveconform.png

“Eles Vivem” (They Live) é um filme B de 1988 dirigido por John Carpenter e adaptado de um conto chamado “Eight O’ Clock in the morning” de Ray Nelson. O filme mistura conceitos sociais com ficção científica de maneira totalmente surpreendente. É o tipo de filme que você não da muito credito até assisti-lo.

Um roteiro que trabalha com o conceito de alienação evidenciado principalmente porque os alienadores são realmente alienígenas entre nós. Seu propósito é apropriar-se de nossa força de trabalho, mas como todo sistema alienador – deve-se ter uma ideologia de massa, algo para controlar a mente humana e nos manter em estado de distração para com a realidade. Essa ideologia, assim como em nosso mundo, é disseminada por propagandas no rádio, internet, televisão, jornais, revistas. outdoor, etc…

sleep1
O mais interessante, é que no filme, o protagonista através de óculos especiais, consegue ver as mensagens ocultas em cada meio disseminado pela mídia, seja ela impressa ou televisiva. Basta colocar os óculos para que as letras de outdoors revelem sua verdadeira mensagem de consumo, para que ressalte a tendenciosidade nas manchetes de jornais e para que os alienadores sejam revelados com seus rostos assustadores com dentes enormes e olhos esbugalhados. Escondido nos comerciais aparece a mensagem “consuma”, nas notas de dólares a mensagem “obedeça” e em outras propagandas e meios de comunicação estão as mensagens – conforme-se, submeta-se, durma.

E assim como em nosso mundo, algumas pessoas se aliam a estes personagens expropriadores por desejar tornar-se um deles e fazer parte desse grande sistema devorador. Alimentam o sonho de se tornar um dos que ganham com a desigualdade e exploração geradas pelo sistema.

obey01
Uma das cenas mais interessantes é a parte em que o protagonista tenta fazer com que um amigo enxergue a realidade através dos óculos especiais e o amigo se recusa a colocar os óculos, eles então caem em uma briga selvagem. Essa cena faz alusão à força que é necessária para evidenciar ao homem de senso comum as linhas ideológicas que o mantém em estado de submissão. Essa briga era para ser apenas uma pequena cena, mas os atores decidiram lutar de verdade para aumentar o realismo da trama, a cena ficou tão boa que o diretor resolveu colocá-la inteira no filme.

TheyLivePaper_01eng.jpg

No final os protagonistas subversivos conseguem se infiltrar na reunião secreta onde é desenvolvido os planos de alienação para controlar o povo humano, nesse momento o espectador percebe que o plano é tão grandioso e engenhosamente construído que quase se torna óbvio que os protagonistas se aliem aos seres manipuladores. É impressionante como essa cena ao final nos deixa com uma sensação de vazio e derrota, mas ao desenrolar  voltamos a perceber que este sistema nunca será bom para todos, sempre haverão sacrificados para que muito poucos sejam beneficiados.

Um filme que sem duvida trabalha com nossos sentimentos e ideias, nos faz pensar e refletir sobre nosso valores.

leadtheylive1.jpg
Segue abaixo trecho do filme:

Dirigido por: John Carpenter
Com: Keith David, David Keith
Gênero: Ficção científica, Suspense
Nacionalidade: EUA
Filme: Colorido

Sinopse: John Nada (Roddy Piper) é um trabalhador braçal que chega a Los Angeles e encontra trabalho numa fábrica. Durante uma inusitada operação repressiva, a polícia destrói um quarteirão inteiro do bairro miserável em que vive. Na confusão Nada encontra óculos escuros aparentemente comuns, porém ao usá-los consegue enxergar horrendas criaturas alienígenas disfarçadas de seres humanos, bem como as mensagens subliminares que elas transmitem através da mídia em geral. Nada percebe que os invasores já estão controlando o planeta e, juntamente com seu companheiro de trabalho Frank (Keith David), decide se engajar no movimento de resistência, que é perseguido como subversivo pela polícia.

fonte

Anúncios