Armazenando Comida

Postado em Atualizado em

Uma introdução

Dentro do Sobrevivencialismo praticamos o armazenamento de comida para sobrevivência de longo termo (cerca de três meses no mínimo), a  razão disso é que sabemos que  o sistema de reabastecimento dos suprimentos que precisamos no cotidiano é muito  frágil. Para compreender melhor esta colocação, segue o exemplo:

ac01

Sentado em sua sala depois do horário de trabalho você vê no jornal que há uma greve de caminhoneiros que paralisou boa parte do sistema de distribuição alimentícia, porém  como não te interessa você logo muda para outro canal.

Uma semana se passa e ao acordar de manhã você percebe que está sem arroz e o feijão está no final. Para poder alimentar a todos, você decide fazer macarrão, porém só resta um pacote do mesmo e você decide que está na hora de fazer compras. Chegando ao mercado se depara com prateleiras escassas e uma grande movimentação de pessoas pegando o restante dos produtos. Ao perguntar para um dos funcionários sobre a situação este lhe informa que a greve se prolongou demais e no momento o suprimento de alimentos foi completamente interrompido e a loja não consegue reabastecer seu estoque e por isso a compra foi limitada a duas unidades por pessoa e os preços estão assustadoramente altos.

Você chega em casa com 1kg de arroz e 1kg de feijão, sabendo que isso alimentará você e sua família por no máximo 3 ou 4 dias e neste momento você começa a se preocupar seriamente com a situação. Os dias passam, a comida acaba e o exército entra em cena para distribuição forçada de alimentos, o que gera tumultos e uma onda de saques em lojas e caos urbano. Toda a possibilidade de arranjar comida agora parece bem distante e você e sua família agora estão famintos e desesperados por ajuda.

Apesar de parecer uma situação irreal, já aconteceu várias e várias vezes ao longo da história. Apenas veja os jornais e você notará que isso acontece diariamente ao redor do mundo.

Então como podemos nos prevenir?

Comece a armazenar alimentos para maior tempo de duração, para iniciar você pode começar a comprar apenas um saco de arroz a mais por mês e aplicar o sistema de rotação. Para aqueles que não conhecem, é a forma de evitar que seus alimentos estraguem. Ao comprar um novo pacote de arroz você consome o mais velho do estoque, e assim consequentemente com todos os alimentos que você possui.

Nós tendemos a acreditar que isso irá acrescentar em um maior gasto com a alimentação, porém se observarmos bem, este gasto não existe, visto que aproveitamos o produto de igual maneira.

Dicas sobre o que estocar

Saber como guardar comida para sobrevivência de longo termo é uma habilidade essencial que poucos têm. Como dito no post anterior, nossos ancestrais tinham esta necessidade, porém como as cidades cresceram e mercados tornaram-se presentes em todos locais, essa prática foi abandonada. Agora, em tempos incertos e com grande potencial para crises, falta de alimentos e conflitos políticos, muitos estão aprendendo como guardar comida e outras necessidades novamente para tempos de emergência. Aqui vão algumas dicas de como guardar comida para sobreviver.

ac02
Então vamos às pequenas dicas:

Crie uma lista de estoque detalhando que alimentos você deve incluir, o que você já tem e o que mais você precisa. Consulte os passos abaixo para recomendações básicas, apesar de que mais leitura é recomendada.

1 – Faça uma lista de compras detalhando o que você precisa comprar (consultando o passo anterior). Depois de pesquisar preços e disponibilidade, liste  as melhores fontes perto de cada item. Quando você aprender a estocar comida, esta função será mais fácil e feita naturalmente.

2 – Compre e prepare locais para armazenar sua comida. Para guardar grãos e afins use potes de 3 ou 4 litros, que podem ser encontrados em lojas online ou em lojas de utensílios domésticos. Potes menores são úteis para açúcar, sal, farinha e outros. Alguns alimentos já virão devidamente armazenados, como os enlatados. Lembre-se de sempre utilizar recipientes feitos para armazenar comida, que não soltem substâncias no alimento.

3 – Compare os preços e fontes enquanto você compra, anotando todas as mudanças na sua lista de compras para futuramente saber onde comprar itens mais baratos.

4 – Compre uma variedade de itens enquanto você constrói seu estoque de comida para emergências. Por exemplo, se você destina 50 reais por mês à isso, separe este valor em diferentes categorias em vez de comprar sal em um mês e açúcar no outro. Se você precisar destes suprimentos antes do que esperava, você terá ao menos um pouco de cada.

5 – Guarde água, pelo menos o bastante pra duas semanas (4 litros diários). Rotacione este estoque de água, visto que armazenada ela tem validade de 6 à 12 meses. Se você possui um poço com bomba manual, você não precisa guardar água, mas se não tiver este é um requisito crítico para alguém dependente do sistema de distribuição de água da cidade. Em todos os casos, certifique-se de ter um bom filtro de água com filtros extras guardados.

6 – Escolha grãos, farinha e feijões para o seu estoque doméstico. A boa coisa dos grãos é que quando bem armazenados em recipientes selados eles podem durar até por uma década.

7 – Adicione cereais, calculando o seu consumo diário.

8 – Adquira os suprimentos necessários para usar seus itens armazenados. Se você comprou grãos de café, você tem que comprar e aprender a usar um moedor. Para preparação de emergência, é recomendado um moedor manual em caso de falta de energia. Um filtro de água, um iniciador de fogo, kit médico, lanternas e cobertores quentes também são essenciais.

9 – Compre feijões na variedade que você mais gostar, armazenando da mesma forma que os outros grãos.

10 – Enlatados diversos são muito importantes e, na sua maioria, tem validade bem extensa.

11 – Lembre-se de adicionar leite em pó, manteiga e queijo desidratados ao seu estoque.

12 – Armazene um litro de adoçantes (mel, melaços, cana de açúcar, açúcar bruto) por pessoa na casa.

13 – Não se esqueça de adicionar ao estoque óleos e gorduras vegetais, que são catalisadores no processo de cozinhar.

14 – Inclua pequenos luxos como frutas secas, nozes, chocolate, café, chá e outros itens em quantidade para sua família aproveitar. Se as coisas estiverem tão duras que você está baseando sua alimentação somente no seu estoque, uma barra de chocolate ou um copo de chá pode trazer conforto.

Você deve lembrar que cada um possui gostos diferentes e come quantidades diferentes, este é só um guia primário para você saber por onde começar.

ac04
Cinco erros que devem ser evitados

Preste atenção para evitar os erros mais comuns que iniciantes cometem.

1. Estocar comida que você não está acostumado a comer regularmente – Já que armazenar pizza não vai dar certo, você precisa guardar comidas que você come no cotidiano. Uma situação de sobrevivência não é momento certo para provar algo pela primeira vez, pois se der errado você pode ficar com o estômago em frangalhos. Tenha certeza de guardar coisas que você realmente quer comer e que tenham um gosto agradável.

2. Guardar toda a sua comida em um único local – Um erro comum é designar uma área da sua casa como “depósito”. Se você tem apenas um lugar disponível em sua casa já é melhor que nada, mas se você tem mais espaço tente guardar comida em áreas diferentes em caso de algum desastre inviabilizar o uso do depósito central (inundações, incéndios e outros).

3. Não usar sua comida armazenada – Não se esqueça de rotacionar sua comida, guardar comida que você não come é gastar dinheiro à toa. Toda vez que você for à loja coloque sua comida nova no final dos seus suprimentos e consuma a que está com o prazo de validade mais avançado.

4. Tenha certeza que você sabe utilizar os itens – Isto pode parecer bobo, mas você não iria acreditar quantos eu já vi por ai falando sobre os baldes de feijão que possuem mas que nunca cozinharam uma refeição na vida. Ter baldes cheios de trigo é ótimo se você sabe como utilizá-los, mas se você nunca fez um pão caseiro, que diferença estes baldes farão?

5. Não se esqueça de armazenar doces e pequenos luxos – Durante a sobrevivência em uma crise, doces como chocolate podem servir como um grande aliado para aumentar a moral. Tudo bem, não é o melhor para seu corpo, mas pode te ajudar a se acalmar e limpar sua mente.

Estes foram os conceitos primários em relação à estocagem de comida.

Fonte

 

 

 

Ministro Alemão
Estoque de Alimento Água 10 dias
Recomendação de acumular reservas de água
Situações de emergência
Interrupção do fornecimento de água ou eletricidade
Ataque com armas químicas biológicas
Terrorismo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s